A felicidade entre outras pequenas coisas

Há um tempo atrás me peguei pensando, antes de dormir, nas pessoas que mesmo sem terem um teto sobre suas cabeças ainda são mais felize...


Há um tempo atrás me peguei pensando, antes de dormir, nas pessoas que mesmo sem terem um teto sobre suas cabeças ainda são mais felizes que muitos milionários por ai. Então me deparei com a seguinte pergunta: Relativamos tanto nossa felicidade que chegamos ao ponto de esquecer com senti-la?

As pessoas se tornaram tão mesquinhas que não tem coragem nem de assumir a responsabilidade de sua própria felicidade. Vivem por ai relativando, e associando-a a fatos e conquistas, sempre colocando a culpa de sua infelicidade na derrota ou na decepção. Não param se quer, para perceber que a nossa felicidade quem constrói somos nós. Que ela está nos detalhes e nos momentos que muitas vezes passam desapercebidos. Está no sorvete que a criança ganha depois da escola, no balão do parque, e no banho de chuva.

A única coisa que as pessoas egoístas (como muitas das que nos cercam) pensam é em conseguir "chegar no topo", sempre associando (e adiando) a sua felicidade a próxima conquista e por ai vai. Daquelas que vivem no "só". "Só vou ser feliz quando conseguir tal cargo", "só vou conseguir ser feliz quando conquistar tal coisa", "só vou ser feliz quando me casar com fulano".

Culpo também os grandes capitalistas que trouxeram a ideia do "ter antes do ser" para nossa sociedade. Cada dia que passa buscamos mais o ter: o carro do ano, o celular de ultima geração e a roupa da grife tal. Viver só de aparências, demonstrar mais do que realmente se é. Mascarar a realidade com um monte de textos e fotos sobre uma falsa felicidade e uma pseudo vida maravilhosa-sem-defeitos perfeitamente impossível.

E agora vos pergunto: Do que adianta ter tudo o que o dinheiro pode me proporcionar se eu não sei aproveita-lo com felicidade? Se esqueci como enxerga-la verdadeiramente? Se eu não tenho a capacidade de transformar momentos relativamente simples em momentos inesquecíveis? Se eu não consigo enxergar além do que se vê? Sentir mais do que a vida me pede?

Estar feliz é totalmente diferente de ser feliz, apesar de uma coisa estar ligada a outra. Estar feliz está relacionado a momentaneidade, a momentos grandiosos e emocionalmente importantes para nós. Ser feliz é algo interior, é quando sentimos aquela sensação boa do nada, é quando estamos felizes por conta das pequenas coisas do nosso dia-a-dia. Feliz por estar com as pessoas que a gente gosta. Feliz ao colocar sua música preferida no ultimo volume e sair pela casa dançando. Ser feliz por viver. Ser feliz apenas por querer estar feliz... Porque para isso basta querer sentir. Exercitar a alma com coisas boas. E pra ter, basta querer ver!

LEIA TAMBÉM!

5 comentários

  1. Texto mais do que lindo, emocionante <3 eu ia comentar algo legal e tal, mas não sei o que dizer, só que está perfeito! Parabéns :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha fico feliz que gostou do texto Aliscia <3 <3

      Excluir
  2. Adorei o texto Liz,inclusive acabei de fazer um post no blog sobre " a beleza ao meu redor" e citei uma musica que diz que "a felicidade se encontra nas coisas mais simples da terra".Nossa sociedade tem se importado muito com o ter e nem percebemos que ser e estar é tão mais belo.

    Grande beijo da carô
    http://heycaaro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é a mais pura verdade Carol, a felicidade mais plena sempre estará nas coisas mais simples <3

      Excluir
  3. ..E aliás seu blog é puro amor! Obrigada, de nada ♥

    ResponderExcluir