Same Old Love

Escrevo porque sinto sua falta. E porque meu corpo é só saudade. Saudade das nossas conversas, dos seus abraços e até dos seus defeito...


Escrevo porque sinto sua falta. E porque meu corpo é só saudade. Saudade das nossas conversas, dos seus abraços e até dos seus defeitos mais profundos. Escrevo porque mesmo depois de pedir pra você partir, ainda gostaria de te ter aqui. Escrevo porque os textos que dediquei ao teu sorriso e aos nossos momentos ainda estão salvos na memoria do meu computador. E não vou mentir dizendo que nunca os leio desde que você se foi. 

Escrevo sabendo que escrever não vai te trazer de volta e muito menos apagar o tempo. Escrevo com o intuito de não deixar morrer tudo o que construiu o nosso nós. A nossa história. As risadas, os beijos, os abraços, as piadas, as brigas, os encontros e desencontros. As linhas tortas e todas as curvas. As do teu corpo e as da sua mente. 

Escrevo principalmente para esvaziar. Liberar meu coração de tanto sentimento acumulado, ou então para simplesmente deixar transbordar. Escrevo para ter algo com que me agarrar. E as vezes escrevo para te deixar ir. Liberar meu peito e alma de tantas lembranças suas. Escrevo para não te ligar e nem aparecer na tua casa de madrugada pedindo para você voltar.

Escrevo porque foi o que me restou. Porque depois de tantos textos ainda parece que não falei o suficiente. Escrevo porque sou melhor com as palavras do que com sentimentos. Escrevo porque você gostava quando eu escrevia para você.

Escrevo entre tantos os outros motivos para não te escrever.

LEIA TAMBÉM!

0 comentários