so·nhar

so · nhar : 1. Ter sonho(s); ver alguém ou alguma coisa em sonho. 2. Entregar-se a devaneios e fantasias, idealizar coisas inacessívei...


so·nhar : 1. Ter sonho(s); ver alguém ou alguma coisa em sonho. 2. Entregar-se a devaneios e fantasias, idealizar coisas inacessíveis ou impossíveis. 3. Pensar constantemente em; ter ideia fixa de; ansiar por; 4. Fazer ideia de; imaginar, prever, supor. 5. Ter delírios ou alucinações, delirar. 6. Ver-se na condição de; imaginar-se.

Acordar. Abrir a janela. Olhar o sol brilhando radiante lá fora. Ter vontade de viver tudo e mais um pouco naqueles cinco minutos em que ficou ali parada admirando a beleza da natureza e a grandeza do universo. Se arrumar como se aquele fosse o melhor dia de sua vida. Sentar na cama e simplesmente ver essa vontade de mudar o mundo e agarrar todas as possibilidades com as mãos se esvair.

Viver uma vida medíocre e cheia de "e se?". E se eu tivesse investido naquele sonho? E se tivesse feito tudo diferente? E se o medo não tivesse me paralisado? E se eu tivesse continuado a sonhar incessantemente? E se tivesse dito "a" ao invés de "b"? 

Passou. 

Viveu sem arriscar. Deixou pra trás todas as oportunidades de fazer novas oportunidades. De escrever sua própria história. Ficou nessa de "deixa a vida me levar" e levou um caldo da realidade. Se importou tanto com o que os outros iam pensar que assistiu a vida de camarote e não como protagonista. Idealizou tanto que esqueceu de colocar em prática. Focou no futuro e deixou o presente se perder em meio a tantas previsões.

De volta aquela mesma janela, olhando para o mesmo sol. Perspectivas diferentes. Dessa vez não ficou só pensando em como a vida poderia ser maravilhosa no futuro. Ela simplesmente levantou e foi lá viver. Intensamente. Cada minuto. 

Sonhou, e sonhou muito. Mas viveu, viveu muito mais!

LEIA TAMBÉM!

0 comentários